sábado, 2 de agosto de 2014

Hiperatividade, Esquizofrenia e Deficiência de Vitamina D


"Nossos resultados apoiam a teoria de que a vitamina D pode ter um impacto significativo na saúde psiquiátrica. Mais pesquisas são necessárias para determinar como o crescente problema da deficiência de vitamina D pode estar afetando a nossa saúde em geral."  Dr. Ahmad Esmaillzadeh 

"Outra limitação que deve ser levado em conta é que os pacientes esquizofrênicos tendem a ganhar uma quantidade significativa de peso depois de estar em uso de medicações antipsicóticas" - ressalta o estudo.


Hiperatividade, Esquizofrenia e Deficiência de Vitamina D

Marise Jalowitzki
02.agosto.2014
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2014/08/hiperatividade-esquizofrenia-e.html

Diversas são as situações em que pessoas entram em contato para trazer de suas angústias.  Sejam no papel de mães de crianças que apresentam sintomas, sejam como adultos com parentes tidos como esquizofrênicos. Muitas vezes crianças diagnosticadas além do quadro da hiperatividade, são incluídas nos quadros de esquizofrenia, deixando pais desnorteados sobre o que fazer. A dependência de certos medicamentos e seus efeitos colaterais faz com que muitos abandonem o tratamento, o que acaba trazendo novas complicações. O acompanhamento, sempre que se larga uma medicação pesada, é imprescindível.

Campo delicado, este, onde se faz necessário um novo olhar, mais abrangente, mais inclusivo. 

Muitos estudos sérios indicam a força saneadora de 10min de sol, diariamente. Não se trata de retirar a importância dos medicamentos para os casos graves e, sim, sugerir uma vida mais saudável, em todas as situações!

Muitos pais se desesperam por circunstâncias na vida de seus pimpolhos, quando é preciso atentar para coisas do cotidiano: horas e qualidade do sono, tipos de móveis, material de limpeza quase sempre tóxico, dieta alimentar, tipo de vestimenta (mais natural), além do foco deste tema: convívio com a Natureza, receber sol diretamente na pele.

Transcrevo a tradução livre da pesquisa publicada no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

Sempre fui adepta de uma vida mais conectada com a natureza e tais estudos recebem meu aplauso. Também referencio, ao final, os artigos já publicados neste blog, sobre o uso da fonte mais natural de vitamina D, o Sol. Dez minutos de sol ao dia. E as comprovações de seus benefícios, incluindo a esclerose múltipla.





http://www.madinamerica.com/2014/08/vitamin-d-deficiency-linked-schizophrenia-diagnosis/







1 de agosto de 2014

As pessoas diagnosticadas com esquizofrenia são duas vezes mais propensos a ter sérias deficiências de vitamina D, de acordo com pesquisa publicada no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism . Cientistas da nutrição de Isfahan Universidade de Ciências Médicas no Irã realizou uma meta-análise de 19 estudos que mediram os níveis de vitamina D no soro de 2.804 pessoas. "A diferença média em níveis de vitamina D entre pacientes esquizofrênicos e os controles foi -5,91 ng / ml", resumiu um comunicado de imprensa Endocrine Society em ScienceDaily . "As pessoas com deficiência de vitamina D eram 2,16 vezes mais propensos a ter esquizofrenia do que aquelas com vitamina D suficiente em sua corrente sanguínea. Além disso, 65 por cento dos participantes que tiveram a esquizofrenia também eram deficientes em vitamina D. "
"Há uma tendência crescente no campo da ciência da nutrição para considerar a vitamina D e sua relação com doenças como diabetes, câncer, doenças cardíacas e depressão", disse o co-autor Ahmad Esmaillzadeh no comunicado de imprensa. "Nossos resultados apoiam a teoria de que a vitamina D pode ter um impacto significativo na saúde psiquiátrica. Mais pesquisas são necessárias para determinar como o crescente problema da deficiência de vitamina D pode estar afetando a nossa saúde em geral. "
No corpo do estudo, no entanto, os autores esclarecem que não fizeram distinção entre as pessoas que tomam a medicação e aqueles que não fazem uso de qualquer medicação. "Outra limitação que deve ser levado em conta é que os pacientes esquizofrênicos tendem a ganhar uma quantidade significativa de peso depois de estar em uso de medicações antipsicóticas", escreveram eles. "Por conseguinte, é difícil determinar, com base nos dados apresentados neste estudo, se a deficiência de vitamina D 25-é o resultado do tratamento da doença ou potencialmente um fator causal."
A deficiência de vitamina D aumenta o risco de diagnóstico de esquizofrenia (Endocrine Society Press Release, Science Daily, Julho 22, 2014)
Níveis séricos de vitamina D em relação à esquizofrenia: uma revisão sistemática e meta-análise de estudos observacionais ... (Valipour, Ghazaleh et al Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism libertação antecipada publicado online 22 de julho de 2014 DOI: http://dx. doi.org/10.1210/jc.2014-1887)
Esta entrada foi publicada em Notícias em Destaque , Na Mídia , Nutrição , esquizofrenia e psicoseesquizofrenia e psicose por Rob Wipond . Marque o permalink .

Nenhum comentário:

Postar um comentário