sábado, 9 de maio de 2015

TDAH SEM RITALINA – CHAZINHOS, TERAPIA CRÂNIO SACRAL, FLORAIS, PSICÓLOGA E MUITO AMOR!



Dr. Fred Baughman: "A verdadeira questão é: como vamos fazer para destruir o monstro que criamos. Fomos enganados em acreditar que as forças do mal residem dentro de nossas crianças. (...)
Nossas crianças agem de forma que incomodam os adultos. 
Temos de ensinar agora aos adultos que a solução é com eles (adultos)! 
Ninguém tem qualquer ideia da dimensão que os efeitos destes medicamentos poderão apresentar no futuro, sendo administrados em crianças tão jovens! 
Temos de parar de colocar as crianças em contato com drogas!"

pág 102 - Livro TDAH Crianças que Desafiam












Por Marise Jalowitzki e Carla Pereira

Meu contato com a amiga Carla Cristina começou em novembro.2014, quando ela se inseriu no grupo TDAH Crianças que Desafiam (mesmo título do Livro), no Facebook. Ela já havia lido alguns artigos, decidiu-se a tentar retirar a ritalina de seu filhote e queria fazê-lo de uma forma séria, sem riscos. Também, iria iniciar um tratamento com seu pequeno. A Terapia Crânio Sacral.

Este relato, portanto, conta agora com 7 meses. Pela riqueza de observações, pelo passo a passo das providências maternas, resolvi deixar os comentários praticamente in natura assim como vieram, priorizando o que efetivamente pode agregar neste artigo.

A primeira pergunta da Carla foi se eu conhecia a terapia. Conhecimento pessoal, não. Não é massagem, não é Reiki - pois toca o paciente, é um leve contato.




A Terapia

"A terapia craniossacral se caracteriza por uma atitude de suave contato com o paciente. O terapeuta acredita que todo ser humano possui um enorme potencial de transformação e de cura, que basta ser mobilizado para agir com grande eficácia.
Esta terapia surgiu a partir das teorias da Osteopatia Craniana de Willian G. Sutherland, no início do século passado, e foi sistematizada por John Upledger, na década de 70. A base da terapia craniossacral é o acompanhamento da movimentação sutil dos ossos que formam o sistema craniossacral (crânio, coluna vertebral e sacro). Sua eficácia já foi amplamente testada, sendo reconhecida nos Estados Unidos e em diversas partes do mundo, como Inglaterra, Portugal, França, Japão e Austrália.

O CrânioSacro acessa potencial de cura do corpo através da pulsação craniossacral, que é o movimento sutil de contração e expansão provocado pela circulação do líquido cefalorraquidiano. Essa pulsação surge ainda no feto e é a última a se extinguir na morte. Ela possui função restauradora e serve como excelente medidor do equilíbrio corporal.
Mesmo que o paciente seja cético em relação ao tratamento, o corpo naturalmente se dispõe a engajar-se no processo de cura, pois a terapia craniossacral aciona a inteligência corporal. (CranioSacro) - veja video ao final da página




Novembro 2014

“Obrigada pela atenção Marise! Em minha cidade a única pessoa que faz essa terapia é uma fisioterapeuta. E pelo que fui informada, o curso da terapia crânio sacral dura 12 anos.

A fisioterapeuta daqui já tem 6 anos de curso. Acabei de chegar de lá e meu filho fez sua primeira sessão. Ela me encorajou muito e disse que atende várias crianças encaminhadas por médicos a fim de conseguir resultados a ponto de tirar as medicações!!! Estou confiante, pois uma amiga está tendo ótimos resultados com o filho! Muito obrigada e parabéns pelo seu trabalho!”

Férias de verão 2014 - 2015

Querida Marise, queria dividir com você, uma grande conquista que estou tendo.

Como eu havia lhe contado antes, meu filho começou a fazer sessões da terapia crânio sacral! Já fez 5 sessões e a partir da quarta sessão comecei a ver resultados muito bons. Ele está desde o dia 10 de dezembro sem tomar ritalina. Nos primeiros dias ele ficou muiiiito agitado, mas perseverei e além da terapia crânio sacral, estou dando a ele 2 vezes ao dia um composto natural de maracujá, erva cidreira e camomila.

O resultado está sendo ótimo! Além de qualquer expectativa que eu tinha. Agora vamos ver quando voltarem as aulas. Te agradeço de coração, pois isso só foi possível depois que comecei a participar do grupo e suas publicações. Obrigada E parabéns pelo lindo trabalho que você faz!

Após um convite meu para publicar sobre esta terapia, a Carla comentou:

Quero poder ajudar outras mães com os métodos alternativos que estamos usando com meu filho, mas queria só esperar um pouquinho mais até o início das aulas, para vermos como será.

Esse mês de janeiro eu achei que seria terrível quanto ao comportamento dele, pois está de férias e com o braço engessado, pois caiu de mau jeito e o quebrou. Sempre nas férias ele fica muito ansioso, querendo comer a todo momento e muito agitado. E isso não está acontecendo. Está tranquilo e sem ansiedade.



A FISIOTERAPEUTA, AS FÉRIAS, AS SESSÕES, OS ESPORTES

Adicionei a fisioterapeuta dele, Anna Paula Moreira, ao grupo. É com ela que ele está fazendo a terapia crânio sacral. Falei com ela sobre o grupo e ela pediu para ser adicionada.

Ela tem sido muito importante nessa nova fase do Felipe sem medicamentos.



 Amei o post sobre o garotinho lá do Japão.

Desde o final do ano, meu marido e eu já havíamos conversado e iríamos colocar o Felipe na aula de capoeira pra ver se ele gosta. 

Mas, agora, devido ao braço quebrado, teremos que esperar um pouco mais. 

Ele faz aulas de futebol, mas sentimos que ele não gosta, não tem amor e as aulas são terríveis. O pai dele o leva e quando volta está estressado, pois o Felipe desobedece durante o tempo todo da aula e parece que não tem vontade. Quando perguntado se quer sair, responde que não quer parar com o futebol. Parece que gosta mais de ir por causa dos coleguinhas.”




A FASE CRÍTICA – O RETORNO ÀS AULAS

Vamos indo como é possível! E o amadinho, tu vais ver, com Amor e Compreensão ele vai se desenvolvendo e sendo feliz!! Junto a toda a família! Bjs, querida, Feliz Semana!



“Estou muito confiante! Bjs e uma ótima semana pra você também!!

Nesse início de ano, como nos anteriores, ele desenvolve um quadro de ansiedade muito grande. Fica fazendo de tudo pra chamar a atenção da professora e colegas. Isso dura algum tempo até ele se sentir bem com a nova professora e aceito pelos colegas. Joga os materiais pelo chão, faz barulho e não deixa a professora dar aula. Já fui chamada na escola pra conversar com a supervisora e professora. 

A professora quer ajudar de todo jeito, é muito atenciosa, mas desabafou que em determinados momentos não sabe como agir com ele e pediu algumas dicas da psicóloga. Mais uma vez obrigada! E que Deus continue abençoando seu trabalho e sua vida!
Eu estou fazendo o meu possível para ajudá-la a ajudar o meu filho. Quero muito que tudo transcorra bem!

O segundo livro vai para minha cunhada, pedagoga, trabalha como supervisora em uma escola municipal. Dedicada, amorosa e não se cansa de procurar aprender mais sobre os alunos tdah!


Querida, vou continuar atenta, esperando teu próximo comentário.
Enquanto isso, vai ajudando teu filhotinho que está angustiado, ansioso, sentindo que está sendo rejeitado.
Não sei se leste o artigo sobre Florais 
É bem importante que dês para ele (meu entendimento), para que ele possa se acalmar.
Como os florais não têm contra indicação, podes ministrar sem medo, ou, se conseguires que ele tome chazinhos, também erva doce, camomila
massagem com óleo de camomila é poderoso para que eles se sintam confortados, sentindo que "a mãe me entende e aceita". É fundamental p ele neste momento (e sempre!)

As Crianças tem demonstrado enorme receptividade aos Florais

Semana que vem começa com a psicóloga. Está roendo as unhas, querendo comer sem parar!
Como ele fica querendo chamar atenção de todos dentro de sala, os outros alunos ficam prestando a atenção nele, dificultando o trabalho da profe, então, segundo ela, ela pede para os alunos prestarem atenção no quadro e não nele. Só que, criança é criança e ele tem reclamado que os colegas não querem brincar com ele na hora do recreio. Ai acaba virando uma bola de neve!

Vi sim sobre os florais e comprei pela internet o “Teimosia” da Bioflorais. Comecei a dar semana passada e ele continua tomando um composto de maracujá, erva cidreira, camomila, erva de São João, mulungu, desde dezembro, quando parou com a ritalina.


Sim, posso imaginar a luta para convencer a professora. Algumas se indispõem pois parecem estar convencidas de que "a culpa é da criança e dos pais" (“doença mental” e “genética!)  e, como respondo que este é um "transtorno" que é intensificado quando a criança chega à escola e que, portanto, a escola é que precisa dotar a criança de condições para que se sinta acolhida, claro que não gostam!!

Com relação à teimosia, posso te dizer que ela é decorrência do fato de o pequeno se sentir rejeitado. Ele se sente vítima de bullying; a chamada de atenção da professora desencadeia esta rejeição dos colegas.



Desatenção por entender mais rapidamente do que os outros colegas

COMO FAZER OS TEMAS


“Ele estava super bem. O que piorou tudo foi a ansiedade. A professora mencionou que ele sempre responde tudo primeiro porque sabe mais que os outros. A MENOR média dele do ano passado foi 96.

Final de março 2015

Sexta feira ele já foi melhor na escola. Ela falou que se comportou melhor e fez todas as atividades. Ele não gosta de copiar do quadro. Outro dia não copiou nada e eu trouxe o caderno de um colega. Eu começava a ditar a frase e ele terminava. Sabia tudo de cor o que estava no quadro.

Essa semana terei outra conversa com elas.

A psicóloga já me orientou um pouco. Vou tentar por 1 mês. Se não der certo procurarei outra escola.

Olha só! Viu? esta questão do pensamento rápido tem de ser revista!! O que mais se encontra são professores "achatando"! O que ela poderia fazer é dar um "cargo", para ele, tipo "assessor" ou algo assim, onde ele a ajudaria na distribuição de material, ou um auxílio em trabalhos de grupo, essas coisas.
No livro, vais ver que há um capítulo onde abordo as questões que a escola pode aproveitar pra melhorar no modo como trata. Mas, o que mais vai importar é SE a escola quer rever!!
Sim, faz isso!

Eu procuro conversar com a professora bem tranquila, pedindo ajuda, elogiando-a, agradecendo pela compreensão! Prefiro um tom assim porque fica mais fácil de lidar! E ela tem se mostrado realmente muito disposta a fazer o melhor! É muito compreensiva, conversa comigo todos os dias quando vou buscá-lo e juntas estamos lutando para as coisas chegarem nos eixos.

Sim, este tom de compreensão vai fazer ela se deixar tocar! "Só não se deixam tocar os corações tomados pela arrogância!", já declarava Maria Montessori.


Vou comprar esse óleo de camomila!!! Obrigada por me "escutar"! Você tem me ajudado muito! Conseguiu abrir meus olhos para eu ver o outro lado da medicação! Sou grata a vc imensamente! Só Deus pra recompensar!

Querida, estamos juntas nessa! Tudo que a gente conseguir fazer em prol destes amadinhos, só reverte em bem estar para tod@s!



Com relação ao óleo de camomila

Compra o que encontrares, mas faz o teu, também. Isto tem todo um significado bacana, de Amorosa União. É só pegar um vidro, encher um pouco mais da metade de chazinho (vem flores e folhinhas), depois colocar óleo de oliva extra virgem até encher. Deixar no escuro por uma, duas semanas e depois coar para um novo vidro. É altamente relaxante.

Desejo Boa Sorte, amiga! Bênçãos às mães e pais amorosos que cumprem sua missão de encaminhar para o mundo filhos autoconfiantes e amáveis! Felicidades sempre!


SEM RITALINA

Abril 2015

Olá Marise, tudo bem? Acabei de ler seu último post no grupo e estou comovida com a situação. Sei que a desinformação é demais, pois também já estive nessa posição e fui pelo caminho que iam me direcionando.

Eu conhecia somente um lado da moeda e só depois que conheci o outro lado, pude questionar e decidir pelo que eu julgava melhor. Como havia dito anteriormente, queria poder ajudar outras pessoas a terem coragem de dizer não aos psicotrópicos.

Felipe, 7 anos, meu filho, tomou Ritalina por 2 anos. Desde dezembro está sem. Tomando somente chás concentrados e a aproximadamente 2 meses tomando também os florais.

Como já disse anteriormente, no início do ano letivo ele teve um quadro de ansiedade muito grande, mas todo ano é assim. Mas superamos.


MUITAS BENÇÃOS, QUERIDA! Precisamos muito, muito de pessoas que "assinem embaixo". O medo é muito grande, ainda! Infelizmente!
A vida não são só notas, embora isto seja super importante. O melhor de tudo é ver o sorriso de volta ao rosto da criança e, mais ainda, ela estar viva, sem sequelas!!!
Beijos!


Sim, as notas são só notas. Concordo, mas era mais um ponto a ser questionado. Meu pequeno poderia ou não se dar bem na escola? Agora sabemos que sim!





E com relação ao futebol: nas aulas de futebol, que eram terríveis ano passado, mesmo usando a ritalina, nesse ano estão bem melhores. Ficou um longo tempo sem fazer aula devido ao braço quebrado e só voltou a participar da aula 40 dias após tirar o gesso, devido à recuperação. Ele continua sem aquele "amor" ao futebol, mas está fazendo a aula tranquilamente e pedia muito para entrar na aula de natação. Esta semana começou também a natação e está muito empolgado.


A NOVA RELAÇÃO COM A ESCOLA E A PROFESSORA

Estou muito feliz com tudo que está acontecendo! Não foi preciso trocar de escola. E a relação na escola está muito boa! 

A professora agora é só elogios.
Está melhor do que quando tomava ritalina.
Está em semana de provas e, por enquanto, só sei da nota de português: tirou 12  na prova que valia 13! 

Estou muito feliz e estamos somente esperando as avaliações para termos mais comprovações de como o medicamento não faz falta alguma.Ontem mesmo a profe veio me falar que a supervisora perguntou pq ela não tem falado nada sobre ele e ela disse que era porque não tinha nada a reclamar. Que ele estava tranquilo. Muito obrigada, amiga !!!! Muitas bençãos!


Os exemplos é que dão força e coragem para mudar, além de ajudarem a nortear o caminho.

Obrigada e parabéns pra vc tb que tem grande parte dessa conquista! Muito obrigada! E que Deus derrame sempre suas bênçãos sobre vc e toda a sua família!


Entendo o medo das mães!

Saber o que é certo ou errado é muito difícil nesse mundo em que vivemos. Tendemos a confiar no médico pois supostamente "seria" a pessoa mais competente para essa situação. Em outros casos, acredito que pensam que é mais fácil deixar como está. A mudança requer tempo, pois temos que ter conhecimento, análise, decisão, preparação e a execução. No meu caso foi assim, programei tudo. E tem dado super certo. Meu pequeno está a 5 meses sem ritalina! E ele, além de estar se sentindo muito melhor, está mais calmo, confiante e feliz! 

Na escola não estamos tendo mais reclamações como antes e a hora da tarefa nunca foi tão tranquila! Todos estamos felizes!


ENTREGA DAS AVALIAÇÕES TRIMESTRAIS


08 de Maio de 2015


Hoje entregaram as avaliações trimestrais. Notas são só notas, mas somente para citar como um dado a mais, tirou nota máxima em quase tudo e na menor nota, perdeu apenas 1 ponto. 
Sem Ritalina! 
Sem seus efeitos colaterais, com mais amor, compreensão e dedicação! 
Viva!!!! 
Viva a vida!!!



 Carla Cristina é de Caratinga - MG

Palavras do pai: 'Lendo o artigo, parece até que é fácil! É um senhor empenho, mas os resultados compensam!'




Que Deus abençoe sempre esta linda família!


Em 06 de agosto de2015, Carla escreveu, em resposta a um comentário:

"Dava a ritalina, pois acreditava nos médicos e achava que estava fazendo o melhor. Depois, conhecendo os efeitos negativos, tive a coragem de tirar e tentar algo diferente e graças a Deus tem dado muito certo.

Fomos salvos através das informações e conhecimentos adquiridos aqui, e da doação da Marise, do seu tempo, sua paciência, sua vontade em ajudar! Fomos salvos pelo amor e caridade de uma mulher que não nos conhecia, mas mesmo assim, disponibilizou tantas vezes o seu tempo para nos auxiliar!"







Querendo, leia também:



O monitoramento do quadro é mais uma
ação necessária.

TDAH e Acordos - Quadro de Tarefas, Perdas e Recompensas

Por Marise Jalowitzki
Contribuições de Cassia Aiko Sato - Toyohashi - Japão
Comentário de Fer Gabriel Zamboni - Brasil
01.Abril.2015
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2015/04/tdah-e-acordos-quadro-de-tarefas-perdas.html














Dr. Jyu Kamiya e seu pequeno cliente Kenai


TDAH Sem Medicação - A Intervenção Certeira do Psiquiatra

Por Marise Jalowitzki
Contribuições de Cassia Aiko Sato - Toyohashi - Japão
01.abril.2015
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2015/04/tdah-sem-medicacao-intervencao-certeira.html




















Relato de Cassia Aiko Sato

Por Marise Jalowitzki e Cassia Aiko Sato
24.janeiro.2015







Menino, aos 5 anos, é diagnosticado com TDAH e mãe investe para que
a aprendizagem aconteça sem o uso de psicofármacos



Depoimento de Luciana Iwamoto 

07.dezembro. 2014
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2014/12/tratamento-de-tdah-sem-medicacao-acao.html








Entrevista com Gracielle Prado
Leia este importante relato de como uma criança reagiu favoravelmente quando a mudança aconteceu no mundo adulto e contexto.
Visão biopsicossocial (biológico-físico, emocional-reações e social-entorno-e-pessoas-cuidadoras) e não apenas biobiobio (uso de fármacos, químicos)


Por Marise Jalowitzki e Gracielle Prado

19.setembro.2014
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2014/09/tdah-retirando-risperidona-substituindo.html



 Marise Jalowitzki é educadora, escritora, blogueira e colunista. Palestrante Internacional, certificada pelo IFTDO - Institute of Federations of Training and Development, com sede na Virginia-USA. Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas. Criou e coordenou cursos de Formação de Facilitadores - níveis fundamental e master. Coordenou oficinas em congressos, eventos de desenvolvimento humano em instituições nacionais e internacionais, escolas, empresas, grupos de apoio, instituições hospitalares e religiosas por mais de duas décadas Autora de diversos livros, todos voltados ao desenvolvimento humano saudável. marisejalowitzki@gmail.com 

blogs:






Em 15.maio.2015, Carla Cristina complementa:

Tendemos a confiar plenamente nos médicos pois presumimos que estudaram e fizeram um juramento para cuidar da vida. Em tese seria isso, mas infelizmente não é isso que acontece. 

Até pouco mais da metade do ano passado eu achava que a ritalina era a melhor opção para o caso do meu filho. Acreditei em todos os diagnósticos e médicos, e acatei a "solução" que me apresentaram. Mas então continuei pesquisando e procurando outros meios que auxiliassem e comecei a ver o outro lado da ritalina e eu fiquei APAVORADA! 

Eu que defendia o uso da ritalina (sem conhecer diga-se de passagem), agora sou totalmente contra essa medicalização indiscriminada. Ainda bem que opinião serve para ser mudada!!!!! Os médicos indicam como primeira linha de tratamento a medicalização e isto ESTÁ ERRADO!!!! Existem outros tratamentos!!!! E melhor ainda: DÃO CERTO! É isso que as pessoas precisam saber! É isso que eu não sabia! Eu fui enganada, assim como muitas mães são enganadas! E mais mães precisam tomar conhecimento disso. É possível! 
Fé, força, foco e amor!






Inserção e, 29.maio.2015

Os pedidos sobre os chás e compostos continuam acontecendo. Muitas mães que querem retirar a medicação - ou que já o fizeram - perguntam quais os compostos mais usados.

Alguns conhecidos ingredientes para melhorar o sono, são:
camomila, maracujá, mulungu. angélica, valeriana, melissa (erva-cidreira). Para os pequenos, também a erva-doce.

ESTA NÃO É UMA RECEITA! NEM DEVE SUBSTITUIR O PARECER DE UM MÉDICO. 
LEMBRE-SE: 
O que queremos, aqui, é apresentar algumas alternativas que podem ser discutidas com seu homeopata, pois os componentes estão sendo largamente usados no mundo e objeto de pesquisa por parte de órgãos científicos compententes.

Entretanto, como sabemos, as megacorporações farmacêuticas fazem pressão contínua para que seus compostos (leia-se: psicotrópicos) ocupem o lugar dos naturais.
Os efeitos colaterais danosos dos psicotrópicos levam a ter de receitar sempre novos psicofármacos, o que leva a uma cadeia sem fim de dependência e cronificação das doenças, garantindo a clientela!!!

INTERAÇÃO MEDICAMENTOSA

Também existe a probabilidade de "interação" dos naturais com os psicotrópicos. Como já se sabe, por exemplo, do Gingcko Biloba, da Erva-de-São-João, Gengibre, Ginseng (estes quatro bastante indicados como antidepressivos), Equinácea, Alcaçuz e até Babosa. Ou seja, tudo que está dando certo nos naturais, e que, por algumas outras propriedades, pode interferir com os componentes químicos dos psicotrópicos.

Um especialista da saúde, competente e ético, pode ir diminuindo o uso dos sicofármacos monitorando a administração gradativa dos naturais.

Mas, não use seu filho como 'experimento', como, infelizmente, alguns médicos nada compromissados estão fazendo! Apesar da medicina alopática ser considerada uma "ciência de probabilidades", ainda assim, podemos evitar muitos e muitos riscos.
Portanto, aquela pergunta que algumas mães fazem:
"Dá para dar estes homeopáticos junto com a ritalina (ou venvance, ou concerta, etc.)?" a resposta é: Procure um homeopata e fique assistida. Esta é uma providência que precisa ser monitorada.

---------------------
Leia mais aqui:


TDAH Sem Medicação

A importância do acompanhamento médico na suspensão de psicotrópicos em crianças

Por Marise Jalowitzki

------------------------

Transcrevo aqui alguns dos comentários:

Pri - Oi Marise Jalowitzki qual é esse composto q ela diz me interessei muito as coisas não andam fáceis bjus

Querida, no caso da Carla Cristina, foi um composto receitado pelo homeopata. Em algumas casas de produtos naturais também tem, mas, sinceramente, prefiro comprar sempre em farmácias homeopáticas (a nossa, aqui, é a Farmhoderm e a Substância Ativa. Aqui também usamos da Natural Life.

O melhor é sempre receber a orientação de um homeopata, pois ele ajusta caso a caso a dosagem (percentual, dinamização). Conversa com o farmacêutico responsável em uma farmácia de manipulação, ele pode indicar um homeopata das redondezas. Perseverança, amiga! Os resultados valem a pena! Muitas mães, mesmo com os psicotrópicos ( Emoticon unsure! ), depois de um tempo de administração em seus pequenos, costumam enfrentar os mesmos problemas, quando não ainda maiores! Bjs Emoticon smile

Pri Consegui consulta somente para novembro com a homeopata q tem na cidade - mandei fazer o rescue Aqui é mto difícil bons médicos e conseguir consulta rápido...

Marise Jalowitzki sim, infelizmente é bem assim, amiga! Aqui temos alguns usos 'avulsos' também, pois são todos produtos liberados pela ANVISA. Não há risco de "automedicação". Nas embalagens consta sempre assim: "Produto natural da farmacopéia brasileira". E, com relação aos florais, a mesma coisa. Não há qualquer restrição.

Carla Cristina Olá Pri, esse composto é feito do chá concentrado de várias plantas e eu comprei em uma loja de produtos naturais. O nome do primeiro que eu comprei era Calmante, depois na próxima compra, esse já havia esgotado e comprei um outro chamado Calmax. 

Pelo que percebi, existem vários nomes e ingredientes mas que tem a mesma finalidade. Geralmente tem maracujá, erva cidreira, camomila, mulungu, erva de São João, Melissa, dentre outros. Irei postar as fotos dos frascos abaixo para você ver. Da última vez que fui comprar, não tinha mais desses em líquido, então comprei um em cápsulas. Eu achava que meu filho teria dificuldade em engoli-la mas ele não teve nenhuma dificuldade e gostou muito mais pois o líquido era amargo, mas mesmo fazendo uma carinha feia, ele bebia sem problema. Dou esse de manhã e após o almoço e às vezes a noite dou um líquido chamado Maracujam, também comprado em lojas de produtos naturais. 

Depois introduzi os florais 3 vezes ao dia, junto com esses compostos. Aqui em minha cidade nenhuma farmácia manipula florais, por isso tive que comprar pela internet. Comprei da Bioflorais, o frasco chamado "Teimosia" pois fui analisando cada flor que compõe cada frasco lá e esse foi o que mais se aproximou dos efeitos que eu queria para meu filho. E deu certo! 

Depois de aproximadamente 20 dias com os florais, a diferença foi bem grande! As coisas começaram a chegar no lugar e a ficarem ainda mais tranquilas. Mas como qualquer ser humano, temos dias bons e outros não tão bons, nos estressamos mais facilmente, não queremos ser incomodados, nos irritamos, gritamos, dentre outras coisas. Muitas vezes não sabemos lidar com esses sentimentos, quem dirá as crianças! E lembre-se que nada é num passe de mágica. Tudo é importante: os florais, os chás naturais, acompanhamento psicológico, atividade física para desestressar e extravasar, massagens sempre que puder, tudo e paciência, perseverança e amor! Que Deus te abençoe e vamos trocando experiências! Viva a vida!

Pri Muitooooo obrigada Carla Cristina hj comecei com o floral o rescue dei agora pra rle . Estamos tendo muitas dificuldades na escola ele esta totalmente perdido a prof vai tentar fazer a prova lendo pra ele a de matemática ele está no mundo da lua... Ele toma a ritalina mas não se concentra em nada mais... Muito prwocupabte . vou ver se encontro algum desses. Qto ao sono ele dorme muito bem e rápido alem daquele sono bem pesado. Tem insonia só quando muito agitado... Bjuss

Carla Cristina Oi Pri O meu filho também dorme rápido e bem. Nunca teve insônia. Mas dou a noite tb para não ficar muito tempo sem e perder o efeito. A Ritalina com o tempo faz ficar mais agitado mesmo. Foi o que aconteceu com meu filho. Coloquei as fotos dos ingredientes pra você ver que cada frasco vem diferente e se você não encontrar igual, não se preocupe. Faça a massagem também. Se não tiver o óleo de camomila, faça com i que tiver em casa: óleo jonhson ou algum óleo corporal seu mesmo. Dentro de alguns dias você já terá resultados bons. Que Deus abençoe vcs!!!! Bjs

Marise Jalowitzki Queridas, acabo de ler os comentários e, bem feliz com o engajamento saudável das mamães! Gostaria de ressaltar: 

1) mesmo que demore a consulta com homeopata é importante que tal aconteça, para ajustar convenientemente o medicamento. (Priscilla, quando morei aí em Santo Ângelo nem tinhas nascido, ainda. Eu era garota e conhecemos um farmacêutico que agora nem lembro o nome, um senhor fantástico. Ele tinha uma farmácia homeopática naquela esquina à esquerda de quem está nas escadarias da Catedral Angelopolitana, num dos picos da Praça Pinheiro Machado. Lá, com meus 12 anos, vi os primeiros frascos sendo manipulados, as ervas sendo secadas à sombra, cuidadosamente reviradas várias vezes por dia, após serem colhidas na lua cheia, que é quando o satélite "puxa" a seiva da planta mais para a ponta das folhas.)

2)  Importante, como ressalva bem a Carla Cristina, que seja dada a atenção a cada detalhe do tratamento-intervenção. A parceria pais-escola e terapeuta precisa acontecer. Muito, muito importante a terapia psicológica, esportes que a criança goste. Para a ansiedade, a meditação, o Reiki, Yoga, a Crânio Sacral, muitas terapias auxiliam e fortalecem.

3) Sim, a medicação por vezes é bastante auxiliativa, mas, por si só, não vai resolver, seja de que linha for. Os professores tem de dar mais tempo, aplicar novas técnicas. Quando comento de "trocar a metodologia", o nome da metodologia que defendo chama-se "Amor e Compreensão"!!!


E mais um alerta, queridas. 
Sempre atentar para os ingredientes, mesmo em produtos ditos naturais. 
Como vivemos na era dos artificialismos, corantes e conservantes são usados sem parcimonia!


Para quem for adquirir maracujá em forma de xarope e-ou tintura, por exemplo, certifique-se de que é maracujá puro, mesmo ou faça o seu xarope-chá em casa.

 Olha a minha receita de xarope de maracujá com folhas de parreira para o inverno! Sou sempre pelo natural, temporário. Dá mais trabalho, mas, ao mesmo tempo, de que adianta iniciar uma nova maratona com seu pequeno devido a alergias e outras complicações?
http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2011/06/xarope-de-inverno-com-folha-de-parreira.html

Folhas de maracujá e parreira crescem juntas e ajudam a compor xarope de inverno



Eu sempre dedico tempo e atenção para ler os rótulos e bulas:
O Calmax, por exemplo, citado pela Carla, contém o INS 211 como conservante. INSS 211
 “é um conservante bactericida e fungicida, utilizado na indústria alimentícia. Efetivo apenas em meio ácido (pH<3 .6="" o:p="">
Em combinação com o ácido ascórbico (Vitamina C), ele pode formar o benzeno, que é cancerígeno e portanto este fenômeno causou preocupação. 

Em maio de 2007, um pesquisador da Universidade de Sheffield, na Inglaterra, divulgou artigo indicando que o benzoato de sódio causa danos ao DNA mitocondrial em células de fermento. O conservante, considerado seguro pela OMS - Organização Mundial de Saúde desde 2000 e utilizado em diversos refrigerantes, está sendo submetido a investigação por autoridades britânicas (Wiki) para efetivamente ser considerado seguro


O corante caramelo citado na imagem do produto adquirido pela Carla é o INS 150a é o mais natural, conhecido como corante natural. Para sua obtenção, podem ser usadas substâncias ácidas ou bases.

Lembram daquele comercial que falava em "ficar calminho, calminho", de um xarope chamado maracujina? Pois é, ele tinha (ou tem, não sei, não uso) um corante tóxico, que pode causar câncer, o temido Caramelo IV ou INS 150d: Conhecido como caramelo sulfito-amônia). Assim, bem melhor se for os chazinhos nossos mesmo, ou as tinturas (fitoterápico) de farmácia comprovada ou, então, glóbulos, cápsulas. Lembrando de pedir as cápsulas transparentes, pois todas as outras contêm corantes e muitas crianças são alérgicas (especialmente dor de estômago). 






2 comentários:

  1. Marise, ótimo artigo, também estou me familiarizando na melhor maneira graças ao seu grupo no face e seu blog. Muitas famílias estão perdidas de como e o que fazer, perante isso muitos profissionais coloca medicações : ( infelizmente. Então peço licença para dizer que estamos em grupo ( tdah, tod e outros) no whastapp com mães no Brasil e outros países também, grupo de apoio. Se alguém quiser participar me add 11 96164-6794. Gratidão pelo lindo trabalho, que a paz esteja sempre contigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tens toda razão, Adriana! É isso mesmo. Desejo Amplo Sucesso em teu Grupo. Quanto mais divulgação séria e comprometimento dos envolvidos, mais os pais e mães estarão aptos a formatar uma opinião consubstanciada. Abs e Felicidades!

      Excluir